Report Designer

Criar relatórios personalizados da OT

314 views 25 Janeiro, 2017 25 Fevereiro, 2019 Valuekeep 0

O Valuekeep permite a criação e personalização de relatórios das entidades, através da ferramenta de Report Designer. Nesta secção demonstramos como pode personalizar um relatório operacional da OT. Estes artigos descrevem o processo de criar e personalizar um relatório:

  1. Como criar um novo relatório com base no relatório operacional da OT?
  2. Como adicionar um campo à fonte de dados do relatório operacional da OT?
  3. Como adicionar detalhes à fonte de dados do relatório operacional da OT?
  4. Como adicionar um campo ao relatório operacional da OT?
  5. Como adicionar campos das rotas ao relatório operacional da OT?
  6. Como traduzir o relatório operacional da OT?
  7. Como pré-visualizar as alterações ao relatório operacional da OT?
  8. Exemplo 1 – Adicionar campos da OT e do Ativo ao mapa operacional da OT.
  9. Exemplo 2 – Adicionar detalhe dos registos de mão de obra ao mapa operacional da OT.
  10. Exemplo 3 – Adicionar anexos do tipo imagem ao mapa

 

A documentação da DevExpress permite saber mais sobre o Report Designer e como usar as opções da ferramenta.

Nota: devido à evolução para novas versões do produtor desta ferramenta e personalizações, alguns dos itens descritos na documentação podem não corresponder ao que está disponível no Valuekeep.

Report Designer: https://documentation.devexpress.com/#XtraReports/CustomDocument17545

Pré-visualização: https://documentation.devexpress.com/#XtraReports/CustomDocument17554

Como criar um novo relatório com base no relatório operacional da OT?

É possível personalizar o relatório operacional da OT. Para o fazer terá que usar a ferramenta Report Designer.

Para personalizar o relatório operacional da OT:

  1. Aceda à opção “Carregamentos de Registo de Entidades”;
  2. Filtre a lista pela entidade “Work Order” no filtro rápido (coluna Descrição);
  3. Edite o registo correspondente à entidade “Work Order”;
  4. Na grelha “Definições do Relatório”, clique na ligação “Editar” do relatório operacional;
  5. Na janela de duplicar relatório, introduzir o novo nome e descrição e clicar em “Guardar”;
  6. Editar o relatório e no menu de opções do Report Designer, selecionar “Guardar”.
É possível definir o novo relatório como por omissão na grelha de “Definições do Relatório”.

Como adicionar um campo à fonte de dados do relatório operacional da OT?

Além dos campos já presentes no relatório, pode adicionar outros campos da OT ou de entidades relacionadas. Os campos para seleção estão disponíveis na fonte de dados do relatório.

Para adicionar campos à fonte de dados do relatório operacional da OT, siga estes passos:

  1. No menu do Report Designer, selecione “Editar Fonte de Dados” para abrir o assistente de edição da fonte de dados;
  2. Clique no botão à direita da entidade “WorkOrders” e selecione “Configurar”;
  3. Clique no nome da entidade onde pretende adicionar o campo e coloque um visto nos campos a adicionar à fonte de dados;
  4. Quando terminar de adicionar campos, clique em “OK” e depois em “Guardar”.
Guarde o relatório antes de editar a fonte de dados para evitar perder as alterações que efetuar.

Se o campo corresponder a uma entidade associada que ainda não faça parte da fonte de dados do relatório, esta irá aparecer no fim da lista e deve selecionar pelo menos um dos seus campos.

Para retirar campos da fonte de dados, siga os mesmos passos e retire o visto dos campos que pretende remover.

Como adicionar detalhes à fonte de dados do relatório operacional da OT?

É possível adicionar detalhes da OT ao relatório, numa relação “master/detail”. Exemplos já disponíveis no relatório base são o detalhe dos planos e das tarefas.

Para adicionar detalhes ao relatório operacional da OT, siga estes passos:

  1. No menu do Report Designer, selecione “Editar Fonte de Dados” para abrir o assistente de edição da fonte de dados;
  2. Clique no botão à direita da entidade “WorkOrders” e selecione “Adicionar tabela de detalhe”;
  3. Pesquise a entidade pretendida e clique em “Adicionar”;
  4. A entidade detalhe é adicionada no fim da lista de entidades. Clique no menu à direita e selecione “Configurar”;
  5. Defina a ligação entre a entidade principal e o detalhe”;
  6. Selecione os campos que pretende disponibilizar no relatório na lista de colunas. Clique em “OK” e depois em “Guardar”.

É criada uma banda no relatório para o detalhe, com duas bandas: cabeçalho e detalhe. Os campos ou informação relativa a todos os registos do detalhe devem ser colocados na banda de cabeçalho. Os campos ou informação relativa a cada registo do detalhe devem ser colocados na banda de detalhe.

Guarde o relatório antes de editar a fonte de dados para evitar perder as alterações que efetuar.
Para retirar detalhes da fonte de dados, siga os mesmos passos e selecione “Eliminar isto”.

Como adicionar um campo ao relatório operacional da OT?

Pode adicionar outros campos da OT, de entidades relacionadas ou detalhes ao relatório operacional. Os campos para seleção são os que estão disponíveis na fonte de dados do relatório.

Para adicionar campos ao relatório operacional da OT, siga estes passos:

  1. No Report Designer, selecione o separador “Campos” do lado direito do ecrã;
  2. Expanda a fonte de dados “WorkOrders” e depois a tabela “WorkOrder”;
  3. Navegue até à entidade relacionada pretendida e arraste o campo para a superfície do relatório;
  4. Defina o tamanho e posição do campo;
  5. Se pretender adicionar uma etiqueta ao campo, arraste um controlo do tipo “XRLabel” da barra de ferramentas à esquerda do ecrã. Posicione a etiqueta junto ao campo;
  6. Para definir o texto da etiqueta, clique duas vezes sobre a mesma ou defina o texto nas propriedades (separador do lado direito do ecrã).
Os campos da OT e de entidades relacionadas devem ser adicionados dentro da banda “Detail”. Os de entidades detalhe devem ser adicionados dentro da banda de detalhe respetiva.
A fonte de dados do relatório é a tabela “WorkOrders”, por isso deve sempre adicionar campos que estão localizados dentro desta tabela no explorador de campos.
No separador de propriedades pode definir várias opções de formatação do campo, tais como tipo de letra, cor, limites ou tamanho da letra.

Como adicionar campos das rotas ao relatório operacional da OT?

Para adicionar campos das rotas ao relatório operacional da OT, siga estes passos:

  1. Selecione “Editar Fonte de Dados” no menu do Report Designer;
  2. Selecione configurar no menu das tabelas de detalhe “AssetRouteCompositions” ou “LocationRouteCompositions”;
  3. Selecione campos a adicionar com um visto;
  4. Clique em OK e depois em Guardar;
  5. Arraste os novos campos do explorador de campos para o relatório;
  6. Pré-visualize e guarde as alterações.

Como traduzir o relatório operacional da OT?

É possível definir as etiquetas do texto em vários idiomas. Para tal terá que usar os textos definidos no produto, por exemplo os valores usados na vista da entidade. A lógica de geração da chave de recursos do texto de um campo da entidade é o seguinte:

RES_LBL_<Entidade>_<Campo>_Description

Exemplo: Campo data da OT

RES_LBL_WorkOrder_Date_Description

Para definir etiquetas em vários idiomas no relatório operacional da OT, siga estes passos:

  1. Selecione o relatório (no Explorador de Relatório no lado direito ou clicando na superfície de desenho, fora das margens do relatório);
  2. Selecione o separador “Propriedades” do lado direito do ecrã;
  3. Expanda a opção “Dados” e no campo “Tag” introduza este valor:
    1. Primavera.MaintenanceManagementCore.Resources.Resources, Primavera.MaintenanceManagementCore.Resources, Version=1.0.0.0, Culture=neutral, PublicKeyToken=33086db60a481256
  4. Selecione uma etiqueta;
  5. Selecione o separador “Propriedades” do lado direito do ecrã;
  6. Expanda a opção “Dados” e no campo “Tag” introduza a chave de recursos do texto;
  7. Repita o processo para as restantes etiquetas do relatório.
Para validar as traduções, deve imprimir o relatório com um utilizador no idioma pretendido.

Como pré-visualizar as alterações ao relatório operacional da OT?

Para validar as alterações ao relatório, pode pré-visualizar durante o processo de edição. Para pré-visualizar, siga estes passos:

  1. No menu superior do Report Designer, selecione a opção “Pré-Visualização”;
  2. Navegue no relatório usando as opções do menu superior;
  3. Para voltar à edição, clique em “Design”.
Para aumentar o desempenho e rapidez no desenho de relatórios, a pré-visualização mostra no máximo 50 registos.

Exemplo 1 – Adicionar campos da OT e do Ativo ao mapa operacional da OT.

Este exemplo completo demonstra como criar um novo relatório e adicionar campos da entidade OT e de entidades relacionadas:

Criar novo relatório

  1. Na opção de Carregamento de Registos de Entidades, edite o relatório operacional da OT;
  2. Defina o nome e descrição do novo relatório. Clique em “Guardar”.

Definir a fonte de dados

  1. No menu, clique em “Editar Fonte de Dados”;
  2. No menu da entidade “WorkOrders” selecione “Configurar”;
  3. Clique em “WorkOrders” para expandir a lista de colunas;
  4. Coloque um visto na coluna “Created By”;
  5. Clique novamente em “WorkOrders” para fechar a lista de colunas;
  6. Clique em “Assets” para expandir a lista de colunas;
  7. Coloque um visto na coluna “IsUptime”;
  8. Clique novamente em “Assets” para fechar a lista de colunas;
  9. Clique em “OK” e depois em “Guardar”;
  10. No menu do Report Designer, clique em “Guardar”.

Adicionar campos

  1. Nos separadores do lado direito do ecrã, selecionar “Campos”;
  2. Expanda a fonte de dados “WorkOrders” e depois a tabela “WorkOrders”;
  3. Arraste o campo “Created By” para a banda “Detail”. Coloque por exemplo ao lado do estado da OT;
  4. Expanda a tabela “Assets_AssetId” por baixo da tabela “WorkOrders”;
  5. Arraste o campo “IsUptime” para a banda “AssetData”. Coloque por exemplo ao lado da relevância;
  6. Com o campo “IsUptime” selecionado no mapa, clique no separador “Propriedades” do lado direito do ecrã e coloque o valor “Disponível?” na propriedade Texto;
  7. No menu superior, clique em “Pré-Visualização” para validar as alterações;
  8. No menu do Report Designer, clique em “Guardar”.

Exemplo 2 – Adicionar detalhe dos registos de mão de obra ao mapa operacional da OT.

Este exemplo completo demonstra como criar um novo relatório e adicionar o detalhe dos registos de mão de obra (data e chave do documento):

Criar novo relatório

  1. Na opção de Carregamento de Registos de Entidades, edite o relatório operacional da OT;
  2. Defina o nome e descrição do relatório. Clique em “Guardar”.

Definir a fonte de dados

  1. No menu, clique em “Editar Fonte de Dados”;
  2. No menu da entidade “WorkOrders” selecione “Configurar”;
  3. Clique em “WorkOrders” para expandir a lista de colunas;
  4. Retire o visto na coluna “Failure”;
  5. Clique em “OK”;
  6. Clique no botão à direita das entidades “WorkOrderPlans” e “FailureTypifications” e selecione “Eliminar isto”;
  7. Clique em “Guardar”;
  8. No menu do Report Designer, clique em “Guardar”.

Eliminar detalhes

  1. Selecione o separador do explorador do relatório no lado direito do ecrã;
  2. Expanda o relatório e selecione a banda “MaintenanceManagementCore.FailureTypifications”;
  3. Elimine esta banda;
  4. Selecione a banda “MaintenanceManagementCore.WorkOrderPlans”;
  5. Elimine esta banda;
  6. No menu do Report Designer, clique em “Guardar”.

Adicionar detalhe

  1. No menu, clique em “Editar Fonte de Dados”;
  2. No menu da entidade “WorkOrders” selecione “Adicionar tabela de detalhe”;
  3. Selecione a tabela “WorkOrderReportLabors” e clique em “Adicionar”;
  4. No menu da entidade “WorkOrderReportLabors” selecione “Configurar”;
  5. Na ligação selecione a coluna “Id” na entidade WorkOrders e “WorkOrder” na entidade WorkOrderReportLabors;
  6. Clique na entidade WorkOrderReportLabors para expandir a lista de colunas;
  7. Coloque um visto nas colunas “ReportDate” e “SequenceKey”;
  8. Clique em “OK” e depois em “Guardar”;
  9. No menu do Report Designer, clique em “Guardar”.

Adicionar campos

  1. Nos separadores do lado direito do ecrã, selecionar “Campos”;
  2. Expanda a fonte de dados “WorkOrders” e depois a tabela “WorkOrders”;
  3. Expanda a tabela “WorkOrderReportLabors”;
  4. Arraste os campos “ReportDate” e “SequenceKey” para a nova banda “Detail1”;
  5. Arraste controlos “XRLabel” do menu do lado esquerdo, coloque junto aos campos e altere o texto para identificar corretamente os campos;
  6. No menu do superior, clique em “Pré-Visualização” para validar as alterações;
  7. No menu do Report Designer, clique em “Guardar”.

Exemplo 3 - Adicionar anexos do tipo imagem ao mapa

Nos anexos da OT pode definir se um anexo do tipo JPEG ou PNG está disponível para impressão. Estas imagens podem ser adicionadas ao mapa personalizado seguindo estes passos:

  1. Editar a fonte de dados do mapa;
  2. Selecionar adicionar uma tabela de detalhe à tabela WorkOrders;
  3. Escolher a tabela EntityImageAttachments;
  4. Configurar a ligação da tabela, selecionando o campo Id da tabela WorkOrders e o campo EntityId da tabela EntityImageAttachments;
  5. Selecionar alguns campos da tabela EntityImageAttachments, incluindo o campo Buffer;
  6. Confirmar;
  7. Adicionar um controlo do tipo Imagem na banda de detalhe criada, e configurar a ligação de dados para usar o campo Buffer;
  8. Guardar o mapa
Para garantir que o mapa imprime sem problemas de desempenho ou erros, recomendamos usar no máximo 20 imagens por cada mapa.

Foi útil?